Menu

XX Vestibular dos Povos Indígenas no Paraná

Com a descentralização do vestibular serão realizadas provas em diferentes localidades do Paraná.

Texto: Projeto de Acolhimento e Monitoria de Estudantes Indígenas (AMEI)

O processo seletivo é realizado pela Comissão Universidade para os Índios (CUIA) e a cada ano uma universidade é responsável pela organização do vestibular específico. As participantes são as várias universidades públicas do estado do Paraná, as quais oferecem vagas em diversos cursos de graduação. As universidades estaduais oferecem seis vagas cada e a federal, dez. Nesta edição, o vestibular é coordenado pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP).

Cartaz com fundo vermelho amarronzado e ilustração de árvores e folhas, algumas dessas folhas são azuis. A base do cartaz é branca com ondulações em sua extremidade. Na parte superior do cartaz, em amarelo e algarismos romanos - XX. Embaixo, escrito em branco: Vestibular dos Povos Indígenas do Paraná 2020. Provas Adiadas para 18 e 19 de julho de 2021. Na parte inferior, está escrito organização em amarelo, seguido dos nomes em branco: Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) e Comissão Universidade para os Índios (CUIA). Na base do cartaz estão as logos da UFPR, da UEL, da UEM, da UEPG, da Unioeste, da Unicentro-PR, da UENP, da Unespar, da CUIA e do Governo do Estado do Paraná - Superintendência geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

As inscrições do XX Vestibular dos Povos indígenas do Paraná 2020 estão abertas e os interessados podem fazer sua inscrição do dia 09 de novembro até o dia 7 de dezembro.

Para realizar a inscrição, o estudante indígena precisa ter concluído o ensino médio, não possuir curso superior, preencher a autodeclaração em que se reconhece como indígena e pertencer a uma comunidade indígena no território paranaense para vagas nas universidades estaduais. A Universidade Federal do Paraná (UFPR) oferece vagas para os demais estados do Brasil.

As provas serão realizadas nos dias 18 e 19 de julho de 2021, nas seguintes cidades do estado: Curitiba, Londrina, Nova Laranjeiras, Manoel Ribas e Mangueirinha. Os endereços podem ser conferidos no edital do vestibular.

  • 18/07 – Prova oral de língua portuguesa;
  • 19/07 – Prova de redação e provas com questões objetivas de português, língua estrangeira ou indígena, química, física, biologia, matemática, história e geografia.

A aplicação das provas será realizada de acordo com os protocolos de biossegurança da UENP vigentes na época de realização da prova, por considerar o cenário epidemiológico da Covid-19.

DEPOIMENTOS DE ATUAIS ESTUDANTES INDÍGENAS SOBRE O VESTIBULAR:

“…quando um indígena entra na universidade, não entra ele e sim entra um coletivo do qual ele representa… A universidade muda um ser por inteiro. Onde temos visão muito ampla de conhecimentos e direitos adquiridos, trazendo uma transformação social não apenas pra mim mas para o povo ao qual pertenço”.

Paulo Magno, da etnia Kambeba Estudante de Medicina pela UFPR São Paulo de Olivença, AM

“O vestibular é muito importante pois acaba sendo uma porta de entrada para as comunidades indígenas… Por ele ter um modelo mais próximo com a educação indígena, ele favorece uma maior nós indígenas. Sendo mais viável para essa categoria. Diferente de vestibulares tradicionais que não é direcionado para os saberes indígenas.”

Geovan dos Santos, da Etnia Pankararu Estudante de Medicina pela UFPR Comunidade Pankararu Petrolândia, PE


Para mais informações, acesse este link.

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Flickr
Universidade Federal do Paraná
SIPAD
Rua XV de Novembro, nº784 - Praça Santos Andrade (Térreo)
Fone(s): (41) 3310-2699
CEP 80.060-000 | Curitiba |


©2021 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR