Menu

Populações negras e indígenas são tema principal de Conferência Internacional promovida pela Universidade Estadual de Maringá

O evento tem início nesta quinta-feira 03 de setembro

O Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro-Brasileiros (Neiab) da Universidade Estadual de Maringá (UEM), realiza o “Ciclo Internacional de Conferências: Populações Negras e Indígenas” por meio do Projeto Diversitas. O evento, que começa nesta quinta-feira, irá contar com a participação de conferencistas de Universidades dos Estados Unidos, Portugal, Espanha, México, Colômbia; e Universidades Federais do Paraná, Pará, Maranhão, e da UEM.

Cartaz (divulga o Ciclo Internacional de Conferências - Populações Negras e Indígenas)
fundo acinzentado com duas pessoas. Parte superior, letras brancas centralizado -
International Cicle of Lectures-Black and Indigenous Peoples. Em verde - Ciclo internacional
de conferências. Letras maiores, em branco a palavra populações, em preto negras, e em
vermelho indígenas. Abaixo, numa caixa de texto amarela, letras pretas Ciclo Internacional
de Ponências- Poblaciones Negras e Indígenas. Na lateral esquerda o contorno de um
mapa, verde, representa os cinco continentes. Superior, lateral esquerda uma figura de um
cocar e na lateral direita uma máscara africana. Abaixo, o cronograma das conferências:
03 de setembro- 11h00 (DF)- Dr Marco A. Pérez Jiménez (Universidad Nacional Autónoma
de México- UNAM)
Título: El uso de categorías étinico-raciales como marcadores de desigualdad social
en la Nueva España: el caso de los mestizos y pardos del puerto de Veracruz.
10 de setembro- 11h00 (DF)- Dra Eva Paulino Bueno (St.Mary's University, Texas- EUA);
Dr Josenildo de Jesus Pereira (Universidade Federal do Maranhão- UFMA);
Me Márcio D. de Carvalho e Silva (Universidade Federal do Pará- UFPA);
Me Rodrigo Caetano Silva (Universidade Federal do Pará- UFPA).
Título: Escravos, liberto e livres: história de luta e resistência no Brasil e na
Argentina.
17 de setembro- 11h00 (DF)- Dra Rocío Gil M. de Escobar (Universidad Autónoma
Metropolitana- Iztapalapa- UAM- México).
Título: Negritud multicultural: reconocimiento en tiempos de “el negro permitido”.
24 de setembro 16h00 (DF)- Dra Sandra Soler Castillo ( Universidad Distrital Francisco José
de Caldas).
Título: “¡Mira, un negro!” Elementos para pensar el racismo y la resistencia.
02 de outubro- 11h00 (DF) - Ma Paula Manchavas (Universidade de Coimbra -UC- Portugal)
Título: Para além da vimização das mulheres africanas/moçambicanas.
08 de outubro- 11h00 (DF)- Dr Luiz Alonso Ruiz-Peinado (Universidad de Barcelona-
UB-Espanha)
Título: Los misioneros católicos en el reino del Congo en el siglo 17.
15 de outubro- 14h00 (DF)- Dr Teun Van Dijk (Pompeu Fabra - Barcelona- UFP- Espanha)
Título : Antiracist Discourse in Brazil.
22 de outubro- 11h00 (DF)- Dr Alicia C. Guerrero (Universidad Autónoma Metropolitana-
UAM-México)
Título: Racismo y exclusión política de los pueblos e mujeres indígenas en México.
29 de outubro- 11h00 (DF)- Dra Marivânia C. de Raújo (Universidade Estadual de Maringá-
UEM-Paraná);
Dr Paulo V. Baptista da Silva (Universidade Federal do Paraná-UFPR)
Título: Os NEABs, as ações afirmativas e a luta por igualdade racial no Brasil.
Na parte inferior esquerda há as seguintes informações:
Link de inscrição: https://linktr.ee/dcseventospandemia
Canal de transmissão no Youtube: diversitaseventosuem
Na base do cartaz há os realizadores e apoiadores do evento
Realização: NEIAB-UEM, NEAB-UFPR e NEAB-UFES
Entre as instituições apoiadoras estão: o DCS UEM, PPGE-UFPR, PPGMPE-UFES
e o IFRO.

Os encontros têm por objetivo discutir temas relacionados às Populações Negras e Indígenas de diferentes localidades ao redor do mundo, abordando a visão de 13 profissionais ligados às causas e serão realizados às quintas-feiras, com horários variáveis (veja na programação).

Segundo Geovanio Rossato, coordenador do Projeto Diversitas, a importância deste evento reside sobre a possibilidade de compreensão em nível internacional de temas de extrema relevância relacionados à essas populações, tais como: escravidão, racismo, colonização, multiculturalismo, resistência, organização, vitimização de mulheres, entre outros.

O ciclo internacional é realizado em parceria com as Universidades Federais do Paraná, do Espírito Santo e Instituto Federal de Educação de Rondônia. As conferências acontecerão pelo Google Meet e pela página do YouTube do Diversitas Eventos. As inscrições podem ser realizadas na página do evento.

UFPR nas Redes Sociais

UFPR no Flickr
Universidade Federal do Paraná
SIPAD
Rua XV de Novembro, nº784 - Praça Santos Andrade (Térreo)
Fone(s): (41) 3310-2699
CEP 80.060-000 | Curitiba |


©2020 - Universidade Federal do Paraná

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR